Planejando uma viagem com o bebê: 5 dicas essenciais

Quem nunca ouviu (ou repetiu) a frase: "vamos aproveitar para viajar agora, pois depois que vierem os filhos não vai ser mais possível...

Curitiba

Curitiba é conhecida nacionalmente como uma cidade modelo, por sua organização, limpeza e grande quantidade de áreas verdes.

Talvez o que poucos saibam sobre a cidade é que esta pode ser um interessante destino turístico, e foi recentemente eleita como "o melhor custo benefício de turismo no Sul do Brasil". Ou seja, dá pra ver muitas atrações e se divertir gastando bem pouquinho.

Quando resolvi visitar a cidade, a princípio não sabia muito o que esperar. Mas conforme fui pesquisando sobre o local e os pontos turísticos, me interessei e ao chegar lá não me decepcionei.

O que não decepciona também é a organização da cidade. A melhor forma de conhecê-la é utilizando a Linha de Turismo, cujo ponto de partida é a Praça Tiradentes, no Centro da Cidade.

A jardineira passa por 25 pontos turísticos e tem dois andares, sendo o segundo, panorâmico. O ingresso é adquirido no próprio ônibus, com o trocador, e dá direito a cinco tickets: o primeiro para embarcar e os outros para reembarque. Ou seja, dá para escolher até quatro pontos turísticos para descer, conhecer, e depois pegar o ônibus de novo sem pagar mais nada. O bilhete custa R$20 e a frequencia do ônibus é de 30 minutos. O passeio total (sem contar reembarques) dura 2 horas e meia.

Mais informações sobre o ônibus turístico no site:


Depois de passar muito frio no segundo andar do ônibus, decidi fazer a primeira parada no Museu Niemeyer.
A arquitetura do museu é bem característica "Niemeyer": formas arrojadas que desafiam a gravidade e bastante concreto... Mas a visita ao museu é só isso, pela arquitetura.


De lá, reembarquei em outro ônibus  e continuei o caminho. A próxima parada foi bem mais interessante: a Ópera de Arame, um dos símbolos da cidade.
Aqui vale a dica: ao lado do monumento encontram-se várias lojas. Além das tradicionais lembrancinhas, são vendidos doces de leite, vinho, salames. Destaque para um tipo de salame chamado "cracóvia". Simplesmente delicioso!
A Ópera tem uma estrutura bem interessante, toda em ferro/aço vazado. É cercada por mata e fica acima de um rio. Vários artistas já fizeram apresentaçõesno local, como Roberto Carlos e Julio Iglesias. Numa parede externa da ópera tem placas com o nome e data das principais atrações que passaram por lá.
Detalhe importantíssimo para as mulheres: não cometam o mesmo erro que eu, que fui de bota. O chão é todo vazado, então é impossível andar com salto.


Depois da visita e de um lanchinho (que não foi muito bom...), segui meu caminho. A próxima parada foi no Parque Barigui. Minha irmã fez questão de conhecer o parque, porque no congresso que ela estava participando, ela estava concorrendo com um projeto de uma ponte nesse parque.
O parque é bonito, limpo, bem cuidado e muito grande.



Em frente ao parque, está o Museu do Automóvel.


De volta ao ônibus, desembarquei na Rua das Flores, já no finalzinho do percurso, pra fazer compras no "calçadão" de Curitiba, o mais antigo do Brasil.

À noite, havia uma Feira da Primavera na Praça General Osório, que acontece todo início da primavera, com comidas típicas de vários países e barraquinhas de artesanato.
No dia seguinte, aproveitei para conhecer outras atrações, como o Jardim Botânico, cartão postal da cidade. O legal das atrações de Curitiba é que são quase todas gratuitas.
O Jardim Botânico dispensa comentários. Sua construção foi inspirada nos parques de Paris, tanto que tem o jardim em frente convergindo num ponto central, um chafariz.



A próxima parada foi o Parque Tanguá. Curitiba é uma cidade muito verde, os principais pontos turísticos são os parques.


Terceira parada: Bairro de Santa Felicidade, o mais charmoso de Curitiba, um dos redutos dos imigrantes italianos. Muito vinho, massa e chocolate. No bairro está localizado o restaurante Madalosso, considerado o maior do Brasil.


 
Como chegar
Do aeroporto, existe um ônibus executivo que leva até o Centro da Cidade, com várias paradas.
Mais informações no site oficial da empresa: http://www.aeroportoexecutivo.com.br/.


HOSPEDAGEM
Fiquei hospedada no Estação Palace Hotel. Simples, mas com uma ótima localização. O café-da-manhã também é um dos pontos altos do hotel.

Mais opções de hospedagem em Curitiba aqui.

Postar um comentário