Planejando uma viagem com o bebê: 5 dicas essenciais

Quem nunca ouviu (ou repetiu) a frase: "vamos aproveitar para viajar agora, pois depois que vierem os filhos não vai ser mais possível...

Lisboa Antiga: a casa dos Grandes Navegadores

Conhecer a parte antiga de Lisboa nos remete imediatamente à Época das Grandes Navegações, quando Portugal era uma das maiores potências mundiais, se aventurando nos mares até então desconhecidos e "descobrindo" novas terras.

O bairro de Belém é o que mais remete à esta época de glórias. Sua principal atração é a Torre de Belém, um dos maiores símbolos de Lisboa. Trata-se de uma antiga fortificação, erguida no século XVI, para proteger a cidade.




Caminhando às margens do Rio Tejo, logo em frente está o Monumento ao Descobrimento, erguido na década de 60 para homenagear os grandes navegadores portugueses, que ajudaram a construir a época de glórias de Portugal. Entre eles, nossos tão conhecidos Alvares Cabral e Vasco da Gama.
  


Atravesssando para o outro lado da pista (ou por uma passagem subterrânea em frente ao Monumento ou por uma passarela em frente à Torre) chega-se a um dos lugares mais bonitos da cidade: o Mosteiro dos Jerônimos.

Só o imenso jardim que fica na frente já é uma atração à parte: lindíssimo. A fachada do Mosteiro, especialmente é maravilhosa também. Esta construção é um dos patrimônios da UNESCO.





Enfrentei uma fila quilométrica para entrar (acho que fiquei quase 1 hora esperando....), mas valeu a pena. Dentro do Mosteiro estão sepultados grandes nomes de Portugal, como os escritores Fernando Pessoa e Luis de Camões e o navegador Vasco da Gama.




No quarteirão ao lado do Mosteiro está a confeitaria mais deliciosa da cidade: a Pastelaria de Belém, que fabrica os pasteizinhos de Belém. E os de lá são originais! A Pastelaria foi fundada no final do século XIX e ficou famosa pelo doce.


Belém é realmente um bairro lindo, com várias atrações legais: dá pra tranquilamente passasr o dia todo lá. Além destas que eu citei, ainda tem o Museu Marítimo, o Palácio da Ajuda, entre outros.

No centro de Lisboa, ficam atrações como a Praça do Comércio, às margens do Rio Tejo, a Rua Augusta, a rua de pedestres da cidade e também o Elevador de Santa Justa.








Outra atração imperdível é o Bairro de Alfama. Para chegar até lá é preciso pegar um micro-ônibus ou o famoso Electrico 28, na Rua da Madalena.
Cerca de 10 minutos depois, após várias ladeiras, chega-se ao Castelo de São Jorge. O lugar é realmente impressionante. Apesar de ter sido construído no século X, na época que os Mouros dominavam Portugal, está bem conservado.








É possível subir as escadas e atravessar de um lado para o outro do Castelo, como um daqueles cavaleiros medievais. Só é preciso ter cuidado com as escadas, são bem ingremes... E a vista de lá de cima é maravilhosa!

Mas na charmosa Alfama, o que mais encanta são as ruelazinhas, e um pôr do sol incrível no Miradouro de Santa Luzia


À noite, o point de Lisboa são os bares no Bairro Alto. Ótimo momento para sentar à mesa com Fernando Pessoa. Bom, aos menos com a sua estátua, relembrando um dos mais ilustres frequentadores do local.


Uma boa opção para se deslocar facilmente entre estes pontos, principalmente para os que possuem pouco tempo disponível, é embarcar no ônibus turístico hop on hop off, no qual é possível embarcar e desembarcar quantas vezes quiser no dia. O ponto final do ônibus é na Praça Marques de Pombal, e o mesmo faz parada nas principais atrações de Lisboa.

GASTOS
Metrô - €0,85
Cartão do Metrô - €0,50
Ônibus Turístico - €15
Entrada Torre de Belém - €5
Entrada Mosteiro - €2,80 (Desconto Jovem Card)
Coca-cola - €2,5
Pastéis de Belém - €3,60
Água + sorvete - €2,50
Ônibus Alfama - €1,45
Entrada Castelo de São Jorge - €3,50
Eletrico 28 - €1,45
Lanche - €2,25
Total de gastos no dia: €41,40

Veja também:

Postar um comentário