#

Capri: Onde luxo e simplicidade se unem

Pouco conhecida no Brasil, Capri é um dos principais destinos turísticos da Itália e ferve no verão europeu.
É a queridinha dos italianos durante as férias, principalmente dos mais endinheirados. Tudo lá é super faturado. Fato. 




A ilha é dividida em duas partes: a cidade de Capri, propriamente dita, localizada acima da marina; e Anacapri, na parte oposta da principal entrada.


O lugar impressiona pela beleza logo na chegada. Formações rochosas e paredões altos, de calcário, propiciam uma grande quantidade de grutas. A mais famosa é a Gruta Azul, e principal atração da ilha.

Outro ponto imperdível são as faraglioni, formações rochosas no meio do mar de Capri.


O acesso ao alto da ilha por funicular ou ônibus, a partir da Marina Grande. Também há opção de ir a pé, mas é preciso ter muita disposição... Eu até tentei, mas já estava exausta após 15 minutos subindo por escadinhas íngremes. Perguntei a outros turistas que vinham na direção oposta, e me disseram que ainda havia mais 20 minutos pela frente... Desisti na mesma hora.

Um dos melhores passeios e uma ótima forma de conhecer a cidade é fazer um passeio de barco em volta da ilha.





Para quem está em um grupo de pelo menos quatro pessoas vale a pena alugar um barco particular, por duas horas. O preço por pessoa fica praticamente o mesmo do que nos barcos regulares. Além disso, é possível mergulhar no bonito mar com coloração azulada de Capri.
Aliás, essa pode ser a única oportunidade de se aproveitar o mar. É que as praias da ilha são todas de pedra, o que dificulta - e muito - o mergulho.




O QUE VISITAR

Passeio de Barco pela Ilha: É possível contratar, logo no desembarque na Marina Grande, um passeio de barco por Capri. Há três opções de itinerários. O mais completo (Giro della Isola), dá uma volta pela Ilha e dura cerca de 2 horas, custa €15 por pessoa.

O aluguel de barco privativo, por duas horas, custa €80. O barco tem capacidade para 4 pessoas.

Gruta Azul: Para entrar na gruta, os visitantes precisam embarcar em um pequeno barquinho a remo. O preço é bastante salgado: €12 por pessoa, para 5 minutos dentro da gruta.

TRANSPORTES

Como chegar: Através de barcas e hidrofólios que partem das cidades de Nápoles ou Sorrento. Também há horários, menos frequentes, de Positano ou da Ilha de Ischia.
A viagem a partir de Nápoles dura 1 hora e o bilhete de ida e volta custa €34.

Circulando: Para alcançar a parte alta da cidade, a melhor opção é o funicular, um tipo de trem que viaja pela encosta da montanha. A estação de embarque é ao lado da Marina Grande e a viagem dura cerca de 5 minutos e partem a cada 15 minutos. O preço da passagem é €1,70 (Junho/2011).

ALIMENTAÇÃO

Há várias opções de restaurantes ao lado da Marina Grande - todos com preços super faturados. Para opções mais baratas, é recomendável ir à parte alta da Ilha.
Uma boa pedida são os frutos do mar. Os italianos, apesar de famosos pela massa, tem uma alimentação saudável, baseada na culinária do mediterrâneo. Comer pizza todos os dias não dá.
Postar um comentário

instagram @oguiadeferias