#

Você ficaria hospedado em um hostel?




Você ficaria hospedado em um hostel? Para quem não conhece, "hostel" é a versão em inglês para "albergue". Este tipo de hospedagem nasceu com o propósito de abrigar jovens mochileiros sem muita grana, que procuravam apenas um lugar para dormir.

Entretanto, nos últimos anos, este conceito têm mudado - e muito! Atualmente os hostels oferecem opções de quartos privativos, além dos já conhecidos - e baratos - quartos compartilhados. Também, já não é mais sinônimo de local sujo e simples. Vários estão incorporando o estilo "boutique", ou seja, hospedagem com ar moderno e despojado, muitas vezes ambientados em antigos casarões reformados. 

Algumas das facilidades oferecidas pelos hostels são: café da manha, internet wi-fi grátis, ar condicionado nos quartos, serviço de lavanderia, jantar (por um preço bem baratinho), agência de viagens, sala de jogos, piscina, e por aí vai... Ou seja, muito mais do que vários hotéis "3 estrelas". 

E sem contar a localização. A maioria destas opções econômicas está situada bem no meio do burburinho da cidade. Simplesmente perfeito para os turistas. É a melhor relação custo x benefício para quem quer ficar bem localizado mas não quer gastar uma fortuna. 

Um dos seus principais diferenciais é a integração. Os quartos compartilhados e as mesas de café da manhã, geralmente grandes, para acomodar várias pessoas, ajudam com que os turistas se conheçam. Muitos viajantes fazem amizades durante suas viagens, com pessoas de todo o mundo. Compartilham experiências, trocam ideias para o próximo destino. 

Exemplos de hostels que seguem este estilo são vários. Em Lisboa, fiquei hospedada no lindíssimo Living Lounge Hostel, considerado um dos 3 melhores na mundo. Localização privilegiada, atendimento de primeira, local bonito e confortável, café da manhã farto. E econômico! Sobram adjetivos positivos para o local.







Já em Buenos Aires uma boa opção é o Milhouse Avenue. Localizado na Avenida de Mayo, uma das principais da cidade, o hostel atrai principalmente por conta das suas festas noturnas. Ótimo não ter que se deslocar para ir à balada, não é? E não precisa ficar receoso com o barulho, porque não dá para ouvir o som dos quartos. 






Aqui no Brasil um dos hostels mais conhecidos é o Lua Cheia, na cidade de Natal. Com uma arquitetura bem diferente, no melhor estilo castelo medieval, o lugar já virou até atração turística da cidade e também conta com várias festas diariamente. 






É verdade que ainda existem muitos hostels com o estilo antigo, lugares simples, sujos, e sem graça. O Blue Planet Hostel, em Paris, é um destes exemplos. Mas, felizmente, estes lugares estão desaparecendo. Claro, quem quer ficar hospedado num lugar assim se há tantos bem melhores, com o mesmo preço?


E aqui vai a lista dos melhores hostels do mundo, eleitos pelos viajantes do mundo todo através do site Hostelworld (http://www.hostelworld.com/hoscars-2012). Quem sabe você não considere se hospedar em um deles para a sua próxima viagem?


Melhores em cada continente

África – Atlantic Point Backpackers (Cidade do Cabo, África do Sul)
Ásia –  NapPark Hostel at Khao San (Bangkok, Tailândia)
Leste Europeu - The Naughty Squirrel Backpackers Hostel, Riga (Riga, Letônia)
América Latina – America del Sur Hostel Buenos Aires (Buenos Aires, Argentina)
América do Norte - Montreal Central (Montreal, Canadá)
Oceania – Adventure Queenstown Hostel (Queenstown, Nova Zelândia)

Montreal Central Hostel

The Naughty Squirrel Hostel
Postar um comentário

instagram @oguiadeferias