#

Morro de São Paulo: um paraíso na Bahia

Lanchas em Morro de São Paulo

Pescadores

Não há nenhum mistério para chegar neste paraíso, na Costa do Dendê, na Bahia. Certamente não é preciso contratar uma agência de viagens, o que fará com que a viagem se torne mais barata!
Estive em Morro de São Paulo em dezembro de 2011, e fui por conta própria. Para chegar lá, é só pegar o catamarã que sai do Terminal Marítimo em Salvador, em frente ao Mercado Modelo (na saída oposta ao do Elevador Lacerda). 

O transporte é feito via catamarã ou lancha e o bilhete pode ser adquirido em um dos vários guichês das empresas que realizam o transporte, no próprio Terminal Marítimo. 
Aqui vale um conselho importante: nunca compre as passagens que não sejam vendidas nos guichês das empresas! Presenciei um homem vendendo bilhetes falsos para turistas, e depois fugindo dos policiais. 

Fiz o translado com a empresa Bio Tur, a passagem custou R$150 por pessoa, ida e volta. A viagem é super tranquila, e dura 2 horas. Algumas embarcações são mais modernas que outras, mas todas dispõe de televisão, para entreter durante a viagem. Mas é bom deixar registrado, quem costuma ter enjoo, prepare-se! Dependendo das condições climáticas, a embarcação pode balançar muito! 

Para mais informações, acesse o site:

Catamarã para Morro de São Paulo

Chegando na ilha, você irá notar que há várias opções de hospedagem, são centenas de pousadas! Acredito que dê para pra chegar tranquilamente sem pousada e arrumar uma pra ficar assim que chegar na ilha.

Fiquei hospedada no “Black White Hostel”. A gestão da pousada é israelense, então há algumas opções de comidas deste país no café da manhã. A pousada é bem simples, mas limpa e com um bom café da manhã. Todos os quartos têm ar condicionado. A pousada também tem um bar externo (bem rústico) com algumas bebidas e lanches, pagas a parte. O único ponto negativo são os donos. Parecem ser bem “espertinhos”, tentaram nos cobrar a mais na entrada e também pelas bebidas. A diária do quarto duplo foi R$180 (Dezembro/2011). 

Meu conselho é: Há pousadas melhores pelo mesmo preço. Vale a pena procurar mais.

Ah, e não se preocupe em carregar as malas. Quem quiser, pode contratar um dos vários carregadores para levá-las para você em um carrinho de mão!

Morro de São Paulo, apesar de já estar totalmente tomada pelo turismo, ainda é um local bem rústico, simples, onde é possível aproveitar a natureza
Na ilha não circulam carros, e como tudo é bem pertinho, é muito gostoso caminhar. Logo na saída do porto encontra-se o centrinho da cidade, com a Igreja, a praça e muitos, muitos restaurantes e lojinhas. Ou seja, para jantar e compras: siga para o centro. 

Igrejinha no Centro de Morro de São Paulo

Logo após o centro, começam as praias, nomeadas em sequência numérica: Primeira Praia, Segunda Praia, Terceira Praia e Quarta Praia. 
A maioria das pousadas fica localizada na Primeira e Segunda Praia. É o melhor local para se hospedar pra curtir o sol e mar. 

A Primeira e Segunda praia já estão bem, digamos, “urbanizadas”. Cadeiras e barracas de sol das pousadas e restaurantes locais tomam conta da areia na Segunda Praia. O bom é que há “serviço de mesa”: comidas e bebidas levadas até a sua mesa. Claro, tudo devidamente pago. 

Vista da Primeira Praia

Maré alta

Já a Terceira e, principalmente, Quarta Praia, são mais selvagens e isoladas (bom, pelo menos até quando eu fui, em dezembro/2011. Do jeito que as coisas estão crescendo por lá...). 
Nessas praias, quando a maré está baixa, formam-se piscinas naturais perfeitas para o banho! Água quentinha, uma delícia! Aliás, é bem legal ver o movimento das marés durante o dia – como o volume de água vai alterando. Um fenômeno que, por exemplo, eu como carioca não costumo ver todo dia... 

Piscina natural na Terceira Praia

Terceira Praia
À noite, há duas alternativas bem legais: Ou aproveitar as festinhas e luais que geralmente acontecem nas areias da Primeira e Segunda Praia, ou seguir rumo ao Centro, próximo à tirolesa, onde está uma das melhores festas da cidade: A Toca do Morcego. É uma boate “rústico – chique” maravilhosa! Com a melhor vista da cidade (é incrível o visual!), drinks e restaurante. O local é um pouquinho caro, mas vale muito a pena! http://www.tocadomorro.com/

Anoitecer na Toca do Morcego
Para almoçar ou jantar, há várias opções de restaurantes no Centro e na Primeira e Segunda Praia. Uma ótima pedida são os frutos do mar: camarões, ostras e lagostas com um preço bem mais em conta que em cidades como Rio e São Paulo. Só não exagere para não passar mal, como eu... =(

Curiosidade: Morro de São Paulo é um local tão especial, que até os “gringos” já estão tomando conta! Fiquei impressionada com a quantidade de argentinos na cidade!
Postar um comentário

instagram @oguiadeferias