Planejando uma viagem com o bebê: 5 dicas essenciais

Quem nunca ouviu (ou repetiu) a frase: "vamos aproveitar para viajar agora, pois depois que vierem os filhos não vai ser mais possível...

Roteiro de 3 dias em Fortaleza




A terra natal de José de Alencar é uma belíssima cidade com muitoencantos naturais, sol, e uma vida noturna agitada, com ótimos bares e restaurantes.

Porém, em minha opinião, a capital cearense deixa muito a desejar como destino turístico. E grande parte deve-se à crescente violência presente em Fortaleza, que assusta – e muito – os turistas que passam por lá.

Se você é daquele tipo de turista que, como eu, adora explorar as cidades que visita e caminhar pelas ruas, aconselho esquecer essas atividades em Fortaleza. Com exceção da Av. Beira Mar (relativamente tranquila), caminhar pode ser uma atividade perigosa.

Após uma visita ao Centro Cultural Dragão do Mar (muito interessante!), decidimos ir a pé para conhecer o Mercado Central e o Theatro José de Alencar. Após pedir orientações a uma das serventes da local e conversar com alguns dos guardas, fomos fortemente recomendados por todos a ir de táxi, mesmo que a caminhada levasse apenas 15 minutos. Tudo por conta do perigo de assaltos na região. No final, acabamos ficando chateados e voltamos para o hotel sem conhecer os locais.

Mesmo em cidades ditas perigosas como Rio, Salvador e São Paulo, não havia me sentido tão insegura e com medo como me senti em Fortaleza.

Enfim, para o leitor que deseje conhecer a capital cearense, aqui vai um roteiro de 3 dias com dicas para se divertir e aproveitar a estadia com segurança:

Dia 1 – Praia do Futuro

Sim, a Praia do Futuro é conhecida como um dos lugares mais perigosos da cidade. Porém, é a única praia urbana própria para banho e com uma estrutura de “super barracas” muito legal.

Para quem está com crianças, talvez a melhor opção sejam as barracas mais famosas, como a CrocoBeach, com piscina infantil, restaurante, entre outros. Quando chegamos na praia, foi essa barraca que escolhemos. Mas logo desistimos e procuramos outro lugar pra ficar. O serviço lá é péssimo (quase uma hora pra trazer 2 águas de coco!), muita “muvuca” e pivetes rondando as mesas.

Para casais e jovens, a minha sugestão é a Barraca Guarderia Brasil (Avenida Zezé Diogo, 4451), no final da Praia do Futuro II. Em minha opinião, a melhor barraca. Já na entrada, dá pra sentir o diferencial: deque de madeira, lounges com espreguiçadeiras, DJ tocando música ao vivo, no melhor estilo “balada de praia”. Nada de muvuca ou confusão. Sem contar que o serviço é maravilhoso, os atendentes são muito atenciosos.  Recomendo!

Ah, só não se esqueça de tomar cuidado com seus pertences, principalmente câmera e celular e nada de caminhar pelas areias da praia quando não houver muita gente...

À noite, siga para o Boteco Praiana Praia de Meirelles (Avenida Beira-Mar, 1680). Ótimo bar/restaurante! No melhor estilo boteco-chique, possui uma varanda com mesas com vista para o marchopp gelado, drinks baratíssimos para os padrões Rio-São Paulo (piña colada na faixa de R$8!), além de música ao vivo e lagosta (média) a R$30! 










Dia 2 – Centro Histórico

Pegue um táxi até o Centro Cultural Dragão do Mar, e confira as exposições e atividades culturais da agenda. De lá, pegue outro táxi e conheça o Theatro José de Alencar. Infelizmente, não consegui conhecer esse ícone da cidade, mas acredito que seja muito interessante. Verifique no site oficial os horários da visita guiada.

Mais tarde, vale a pena uma caminhada pela Av Beira Mar, nos bairros de Iracema e Meirelles. É possível fazer como os cearenses e alugar patins para passear pela orla (é uma febre por lá!). Aprecie o pôr do sol em um dos píeres que adentram no mar. Confira a famosa Feira de Artesanato e, depois, siga para um jantar no Restaurante Coco Bambu. Termine a noite num show de humor.










Dia 3: Morro Branco e Pirata Bar

No último dia, confira a belíssima praia de Morro Branco, nas redondezas de Fortaleza. Falésias coloridas nos tons de branco, cinza, marrom, amarelo são a matéria prima para a confecção das garrafas com areias coloridas. Várias agências oferecem o passeio.

Caso esteja na cidade numa segunda-feira, não perca o Pirata Bar. Vale muito a pena tentar ao máximo programar a viagem para incluir esse dia e aproveitar esta que é considerada a noite de segunda-feira mais animada do planeta!

O local é muito animado, forró de ótima qualidade ao vivo, com quadrilha, drinks, num estilo mais “chique”. Bem diferente de qualquer forró que eu já fui!
















Pontos positivos

1.     Ótimo clima, sempre ensolarado!

2.     Vida noturna agitada e uma orla muito bonita e agradável.

3.     Lindíssimo artesanato em areias coloridas

Pontos negativos

1.     Violência na cidade. Muito insegura!

2.     Com exceção da Praia do Futuro, as outras praias da cidade são impróprias para banho, o que faz com que o turista tenha que se deslocar para praias distantes em outras cidades, em longos trajetos de carro ou excursões;

3.     Por conta do famoso Beach Park (que eu não fui de jeito nenhum, devido aos inúmeros relatos de preços absurdos cobrados no local) tive a impressão de que a cidade é bem focada para famílias com crianças.


Conclusão: Fiquei com a sensação de que deveria ter trocado Fortaleza por Jericoacoara, mesmo com a longa viagem de 5 horas em 4x4 ou jardineira.

Postar um comentário