Planejando uma viagem com o bebê: 5 dicas essenciais

Quem nunca ouviu (ou repetiu) a frase: "vamos aproveitar para viajar agora, pois depois que vierem os filhos não vai ser mais possível...

Prainha e Grumari: as praias selvagens do Rio de Janeiro

A Cidade do Rio de Janeiro é conhecida internacionalmente, entre outros motivos, por causa da sua paisagem exuberante emoldurada por bonitas praias, como as famosas Copacabana e Ipanema.

O que pouca gente sabe é que a cidade não possui apenas as praias urbanas, cercadas de hotéis e apartamentos, que vão desde o Leme até o Recreio.

Distante cerca de 40km da Zona Sul da cidade, estão as afastadas (e lindíssimas!) praias de Grumari e Prainha.

 


Tratam-se de duas praias super selvagens e remotas, “espremidas” entre o oceano e um paredão de montanha conhecida como o Maciço da Pedra Branca. O acesso se dá por uma estreita estradinha de mão dupla (já pavimentada até o início da Praia de Grumari) e, para chegar até lá, apenas para quem está de carro. Ou bicicleta, para os mais corajosos, já que o local não conta com ciclovia.  Não há transporte público, o que já contribui para a conservação das praias.

Ou seja, turista para chegar lá, tem que “apelar” para o aluguel de carro.







programe-se para chegar cedo, já que a área de estacionamento é pequena e quem chega mais tarde corre o risco de ficar sem vaga e ter que voltar para casa. Fomos num dia nublado, e chegamos razoavelmente cedo – por volta das 8h30 – mesmo assim, já havia poucas vagas disponíveis.

Importante também levar lanches, bebidas e dinheiro, pois são poucos os quiosques e ambulantes.

Caso tenha sorte, aproveite para curtir uma das muitas competições de surf, já que a Prainha é “o point” dos surfistas na cidade.




Postar um comentário