Planejando uma viagem com o bebê: 5 dicas essenciais

Quem nunca ouviu (ou repetiu) a frase: "vamos aproveitar para viajar agora, pois depois que vierem os filhos não vai ser mais possível...

Hospedagem em Santa Marta: Hotel Casa del Farol

Por Julie Ana Speedy

Assim que comecei a pesquisar os preços de hospedagem em Santa Marta, percebi logo de cara que seria muito mais fácil encontrar um hotel ótimo por um preço bem menor do que em Cartagena. 

São várias opções de hotéis-boutique na cidade, todos com preços e localização bem parecida (no centrinho). 

Acabamos escolhendo o Hotel Casa del Farol, da rede Xarm Hotéis (eles também têm na cidade o Casa Etnia, La Casa del Árbol e o La Casa del Água). Agora, a minha opinião sobre o hotel: 

LOCALIZAÇÃO

O centrinho histórico de Cartagena é bem pequeno, e, como comentei, a maioria dos hotéis está localizada mais ou menos na mesma área, próximo à Plaza de los Novios (onde estão também a maioria dos restaurantes). Insanidade querer se hospedar em algum lugar fora do centrinho.


CAFÉ DA MANHÃ

Como em Cartagena, o café da manhã não é buffet, e sim a la carte (bem diferente ao que estamos acostumados aqui no Brasil). Mas, pelo menos, o Hotel Casa del Farol oferece a possibilidade do hóspede escolher entre cinco tipos de café da manhã diferentes: tailandês (salada de frutas com iogurte), norueguês (granola com iogurte), inglês (english breakfast tradicional, com bacon, ovo frito e mushrooms), francês (omelete) e espanhol (ovo frito com linguiça). Todos vem acompanhados de torrada, pão de leite, manteiga e geléia, além de café ou chocolate e suco. Dá pra forrar bem o estômago!


ATENDIMENTO

Todos os funcionários são super atenciosos e prestativos, apesar de apenas uma recepcionista, que atende na parte da manhã, falar inglês. Na nossa primeira manhã, os donos do hotel (um casal de espanhóis) se apresentaram, deram boas-vindas e algumas dicas sobre a cidade. E na noite que chegamos, o recepcionista nos ofereceu uma bebida típica da região e, como de praxe, entregou um mapa da cidade e deu informações sobre restaurantes próximos. 

Apesar de todos serem super educados, é tudo muito formal. Sabe quando falta empatia, identidade? 

QUARTOS/COMODIDADES

Apesar das instalações serem novas e modernas (e tudo muito bem limpo!), acho que é nesse ponto que o hotel peca mais. 

Pra começar, o chuveiro só pode ser pra anão. O meu marido, que é alto, ok, mas nada super fora dos padrões (1,90m), sofreu! 

Também, a piscina que é tão anunciada, serve só de enfeite. É um quadradinho de 1m x 1m, no cantinho da área onde o pessoal toma café. Sem cadeiras, espreguiçadeiras, sem uma área de piscina propriamente dita. Nos 4 dias que ficamos hospedados lá não vi ninguém usando a piscina ( e eu também nem me atrevi a pensar em entrar). 

Por fim, a foto “cartão de visitas” do hotel – um lindo terraço com mesas e bonita vista da cidade... Esquece! O hotel já não é mais assim. Agora, no terraço, foi construído um quarto (aliás, foi o quarto onde ficamos), e aí... matou o terraço. Meio injusto continuar anunciando o hotel com uma foto que não é recente, e pior, que não representa mais a realidade do lugar...


Postar um comentário