Planejando uma viagem com o bebê: 5 dicas essenciais

Quem nunca ouviu (ou repetiu) a frase: "vamos aproveitar para viajar agora, pois depois que vierem os filhos não vai ser mais possível...

Saindo do óbvio na Inglaterra - Lake District: Bowness-on-Windermere

Por Julie Ana Speedy

Via de regra, quando alguém monta um roteiro pela Europa, principalmente sendo a primeira vez naquele continente, acaba optando pelas cidades "principais" (até mesmo pra tentar fazer "vários países numa tacada só"). Londres, Paris, Madrid, Roma, entre outras, são sempre figurinhas constantes nos roteiros.

Para uma primeira vez, ou ter uma "visão geral" do (lado ocidental do) continente, essa pode até ser uma boa ideia. Mas, para quem já conhece as principais cidades, ou até mesmo para quem tem mais tempo disponível debutando em uma viagem na Europa, uma ótima ideia é sair do óbvio e explorar o interior e cidades menores dos países.

Uma das regiões mais lindas (e pouco conhecida dos brasileiros!) no Reino Unido é o Lake District, a região dos Lagos britânica.Como o próprio nome diz, essa região é formada de várias cidadezinhas ao redor dos vários lagos existentes. É um dos principais destinos de férias e feriados dos britânicos.

O Lago Windermere é o maior, mais conhecido e mais visitado. E as principais cidades ao redor deste lago são Bowness-on-Windermere e Ambleside.



COMO CHEGAR

Bowness-on-Windermere está a cerca de 5 horas de carro a partir de Londres. Para quem não quer se arriscar a dirigir na mão inglesa, ou quer chegar mais rápido, a melhor opção é o trem. A viagem a partir de London Euston até Windermere dura cerca de 3 horas, com uma transferência. A passagem custa £101,50 na maioria dos horários (por trecho), mas é possível encontrar passagens a partir de £47 o trecho (preços pesquisados em 03/02/2015). É possível comprar os bilhetes pelo site (http://www.thetrainline.com/).

A partir da estação de trem de Windermere, é preciso pegar um ônibus para Bowness-on-Windermere. Esse trecho dura somente 10 minutos, os ônibus deixam os passageiros na estação de catamarãs (ferries), ao lado do centro. Mais informações no site (http://www.stagecoachbus.com/).

Obs.: Fomos para o Lake District de carro a partir do País de Gales, e circulamos pela cidade de carro e a pé. Essas informações de transporte público foram dadas pela família e amigos do meu marido - que é britânico. 

A PAISAGEM: BOWNESS-ON-WINDERMERE








O QUE FAZER

A alta temporada no Lake District é durante o verão, os passeios, pousadas, e as cidades em geral ficam mais concorridas. 

O passeio número 1 é o mini cruzeiro pelo lago. São várias opções de rotas, com diferentes durações (e preços). Como fui no inverno (semana do Ano Novo), não cheguei a fazer esse passeio, apesar de estar funcionando normalmente. Mais informações de rotas e preços no site oficial (https://www.windermere-lakecruises.co.uk/).

Outra atividade "must do" por lá são as trilhas e caminhadas. Essa nós fizemos, mesmo no inverno - e com um bebê de quase 4 meses com carrinho! ;-) Aliás, a cidade é super "baby friendly": pra todo lado que se olhasse tinha gente empurrando carrinho de bebê, e crianças pequenas. 

As pousadas podem indicar trilhas na região, e muitas delas inclusive oferecem atividades de caminhada dentro da propriedade, pesca, etc. Além disso, o centrinho de Bowness-on-Windermere é muito bonito, vale a pena caminhar por lá!

Além disso, há muitos locais oferecendo pesca, campings, entre outras atividades. Como comentei anteriormente este é um dos principais destinos de férias dos britânicos, principalmente no verão, então opção de atividades é o que não falta!


Postar um comentário